terça, 14 de maio de 2019 - 11:46h
PAJELANÇA NA AMAZÔNIA SERÁ DEBATE EM RODA DE CONVERSA NO MUSEU SACACA.
Para a roda de conversa o Museu Sacaca convidou Valter dos Santos, historiador, especialista em saberes africanos e afro-brasileiro e mestre em ciência da religião.
Por: Cláudio Rogério
Foto: arte: Cláudio Rogério
Haverá emissão de certificado aos participantes.

Como parte da programação da 17ª SEMANA NACIONAL DE MUSEUS, realizada pelo Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM, que irá ocorrer em todo Brasil, o Museu Sacaca estará realizando em seu auditório no dia 17 de maio, as 09 horas, uma roda de conversa com a pauta “TRADIÇÃO E IDENTIDADES EM MOVIMENTO NA AMAZÔNIA AMAPAENSE”

Para a roda de conversa o Museu Sacaca convidou Valter dos Santos, historiador, especialista em saberes africanos e afro-brasileiro e mestre em ciência da religião.

Com o avanço da medicina na Amazônia, a pajelança e seus praticantes foram perseguidos, chamados de feiticeiros e muitos deles presos, acusados de exercício ilegal da medicina e charlatanismo, como forma de resistência essa prática vai se adaptando as novas realidades, se ressignificando, e inserindo-se em outros segmentos religiosos, como a umbanda o tambor de mina, e o candomblé, realizando assim um processo de trocas e empréstimos culturais , que vão dando um aspecto particular as práticas religiosas na Amazônia.

Em algumas regiões da Amazônia, em particular no Amapá, onde já tivemos um grande número de comunidades indígenas, ainda encontramos praticantes da pajelança que se assumem como pajés, porem uma pajelança urbana e caracterizada pelo sincretismo com outras culturas como a africana e a cristã, em alguns casos, essa pratica de origem indígena, agora ressignificada está presente, porem de forma muito sutil, dentro de outras culturas e com outra roupagem, como por exemplo no catolicismo popular, através das práticas das parteiras e benzedeiras, que mesmo não assumindo a pajelança como religião ainda a praticam como forma de tratamento de males físicos e espirituais.

A 17ª SEMANA NACIONAL DE MUSEU terá como eixo temático “Museus como núcleos culturais, o futuro das tradições”. Nessa edição, 1.114 instituições de cultura de todo o país oferecem ao público 3.222 atividades especiais, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes, rodas de conversas e muito mais!

A roda será aberta para toda sociedade e para participar da atividade, as pessoas interessadas poderão fazer sua inscrição, gratuitamente, pelo fone (96) 99160-0010.

 

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SACACA - Museu Sacaca
Av. Felíciano Coelho, 1509 - Trem, Macapá - AP, 68901-025 - (96) 3212-5363 -
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá